sábado, 5 de maio de 2012

C.E. de Moldes de Danças e Corais Arouquenses

(Arouca) - O grupo que tem por nome "Conjunto Etnográfico de Moldes de Danças e Corais Arouquenses" ou simplesmente "Rancho de Moldes", está situado na freguesia de mesmo nome, Moldes, a aproximadamente 4 km. do Centro da Vila de Arouca.

A sua origem em 1945, funde-se com a origem da Feira das Colheitas. A Europa era depauperada pela IIª Guerra Mundial e em Portugal alastrava a fome e a miséria. A lavoura mergulhava em um enorme precipício.

Pela mão do Presidente do Grémio da Lavoura, António de Almeida Brandão, idealizava-se a Feira das Colheitas. Em todas as freguesias do Concelho, formou-se uma Comissão para incitar os lavradores ao melhoramento do trato das terras e dos gados, com o objectivo de aumentar a produção, mas também, para dinamizar as comunidades para formarem agrupamentos folclóricos que se reuniriam em Setembro, na referida Feira das Colheitas. Como atractivo, instituiu vários prémios que serviram de verdadeiro incentivo. O Rancho de Moldes compareceu fiel das tradições de Arouca.

Desde 1945, que o grupo se mantém em actividade permanente, trabalhando na recolha, preservação e divulgação do folclore e etnografia do Concelho de Arouca, tendo em 1958 adoptado o título que hoje ostenta. É um dos grupos fundadores da Federação de Folclore Português. Actualmente, é membro do INATEL, do RNAJ e da Sociedade Portuguesa de Antropologia e Etnografia.

O grupo divulga também, a polifonia vocal tradicional da região de Arouca, salientando-se os velhos cramóis (canto a três vozes) que são um verdadeiro tesouro cultural, tendo editado um CD de corais tradicionais de nome “Cantas e Cramóis”.

DANÇAS

Arouca viveu durante séculos em um comunitarismo agro-pastoril que lhe era imposto pela situação geográfica e por certo isolamento rural, apenas realizando alguns contactos com o povo duriense e da beira-mar, geralmente por altura das grandes festas e romarias de então, especialmente o Senhor da Pedra em Miramar.
O grupo apresenta danças populares e que são as que se confinam a dois períodos de actividade coreográfica, o de tensão e o de distensão, reguladas por um cantador integrado no suporte rítmico. Tais danças são caracterizadas pela sua serenidade e valseado.

As danças são essencialmente comunitárias e tinham uma função social meramente recreativa sem qualquer significado ritualista, mágico, litúrgico ou religioso, apesar de algumas delas estarem relacionadas com um determinado carácter laboral ou religioso, foram inventadas pelo povo para o seu divertimento.

E o nosso vídeo de hoje, em homenagem a este lindo grupo, é também uma das músicas mais significativas do nosso Concelho, o "Corre-Corre".

Sem comentários:

Enviar um comentário

Participe! Todos os comentários seráo lidos e respondidos.